Imagem capa - Photalks - Entrevista com Sabrina Faedda por Stephanie Viana
Photalks

Photalks - Entrevista com Sabrina Faedda

Iniciamos há mais ou menos um mês o Projeto Photalks, com o intuito de trabalhar em colaboração com outras pessoas que utilizam as redes para alavancar seus negócios, incentivando o empreendedorismo feminino e contando histórias para compartilhar experiências e levar utilidade para a sociedade.


Isso nos proporcionou inciar parcerias incríveis que geraram bons resultados, tanto para mim e quanto para minha mamis que é minha parceira neste e em outros trabalhos no nosso Ateliê!


A nossa primeira entrevistada foi a Sabrina Faedda, 22 anos e digital influencer, que tem muita coisa para contar. Chega mais!




Stephanie: Então vamos lá, Sabrina! Me conta: Quem é você, e como você se vê?

Sabrina: Meu nome é Sabrina, tenho 22 anos, trabalho em uma escola de música como auxiliar administrativo, onde atualmente estou substituindo a gerente da escola. E como me vejo? Além desse trabalho que faço, também estou presente na internet como Digital Influencer, então me vejo como meu público geralmente fala e que eu admiro e quero ser sempre: essa pessoa com auto estima, empoderada, autêntica, que fala as coisas sem tabu, sem limites.




Stephanie: Como você acha que o mundo te enxerga hoje, principalmente por você ser uma pessoa pública?

Sabrina: Nossa, essa é uma pergunta bem mais... (risos)

Deixa eu pensar como eles me enxergam. Seria, bem, como posso dizer? Hoje sou conhecida pelos meus amigos como a blogueirinha, a famosinha, aonde me vêem: “Ahh olha a Faedda!”.

Todos comentam que viram meus vídeos, é diferente o reconhecimento do público.


Stephanie: Você tem algum propósito grande para a sua vida?

Sabrina: Então, acho que a gente tem é que viver, cada momento da vida. Eu ainda não tenho um propósito, tipo: “Eu quero isso!”. Não, não tenho nada definido, eu vou vivendo.

Mas atualmente o que eu gosto de fazer é esse trabalho como digital influencer, de marketing, e o que eu puder fazer para alcançar o máximo de pessoas possível, eu vou continuar sempre tentando.


Stephanie: O que você busca despertar nas pessoas através desse trabalho nas redes sociais e qual o público que você deseja atingir?

Sabrina: O público feminino. Como eu sou considerada empoderada, quero levar meu público a isso. E não só as mulheres, mas os homens também que não enxergam muitas coisas que a gente enxerga. Mulheres (que são muitas, e eu já fui uma delas) que não enxergam o poder que têm. Então quero levar isso ao meu público, para que as mulheres tenham mais atitude, que façam o que querem e podem, sem restrições, porque isso já aconteceu comigo.




Stephanie: Sobre a resposta da pergunta anterior: porque você escolheu esse público?

Sabrina: É mais para o lado pessoal. Já sofri muito em relação ao machismo.

Sofri um estupro, então, depois que isso aconteceu, quis mostrar de uma forma que eu não quero que aconteça com as demais, por isso tento ajuda-las. Com o que vivi no passado, eu tento mostrar para as pessoas que isso não afeta em nada, é triste (claro que é), é uma coisa absurda (claro), mas é porque nós temos que tomar nossas atitudes como mulheres, impor isso. Porque quando a gente não impõe, acaba acontecendo. A educação do homem dentro de casa também conta, mas devemos nos impor mais, falta muito isso.


Stephanie: Essa era a próxima pergunta (risos)... Se você já passou por alguma situação que já mudou sua forma de pensar e que te influenciou nessa vontade de ajudar as pessoas, então foi muito bem respondida!

Para finalizar, fique à vontade para deixar sua mensagem para as pessoas que vão ter acesso à essa entrevista, para poder conhecer um pouco mais sobre você.


Sabrina: Hmm, deixa eu pensar... (risos)

Acho que minha frase está dentro de tudo o que já abordei:

Seja quem você é, sem deixar de fazer o que quer por causa de outras pessoas. Sobre o que conversamos hoje mais cedo, como eu ter meus desejos e meus pais terem outros... Não é porque seus pais têm esse desejo que você tem que satisfazê-los, mesmo que você os respeite, nós temos nossas próprias limitações e devemos fazer o que gostamos, ser quem somos.

É isso.


Stephanie: Ótimo Sabrina, muito obrigada por participar conosco e contribuir um pouquinho com sua experiência.


E aí, curtiu? Fique ligado que as próximas entrevistas do Photalks estão chegando e vem muita história legal e foto bonita por aí! 

Em breve teremos uma galeria no site só com as fotos deste ensaio editorial com a Sabrina, então acompanhe aqui e nas redes sociais as próximas novidades e conheça também o perfil da Sabrina no Instagram!


Até breve! ;)